terça-feira, 7 de abril de 2015

Voltei!!

Pessoas, amigos e seguidores do meu blog, estou de volta a este mundinho que deixei de parte durante uns tempos. Agora este blog será nada mais nada menos que o meu mundo incluindo as minhas dicas.
Vou postando algumas dicas que faço em casa, outras que observo na internet e pratico em casa e depois se o fim for verdadeiro posto aqui.
Espero que gostem, beijinho da vossa nova Diana.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Por vezes a vontade de escrever é tanta que escrevo de tudo sem saber de que escrevo.
Queria poder dizer palavras, escrever sentimentos e descobrir sonhos, mas jamais, jamais mesmo consigo pensar num porquê porque o faço.
Não sei mesmo quantas vezes mais terei de parar para demonstrar o que quero, sinto e desejo, e por vezes as palavras são a única fonte que tenho de poder demonstrar aquilo que sinto.
Bem, hoje sinto-me assim.

terça-feira, 6 de maio de 2014

Camões...algumas impressões

A lírica camoniana tem, de facto um carácter autobiográfico.
Ao longo de muitos dos seus poemas, o poeta medita sobre o seu percurso de vida e considera-o marcado pela tristeza, pelo infortúnio e pelo sofrimento.
Atribui responsabilidades dos seus desastres, ao longo da sua existência, ao seus erros, ao amor e ao Destino. Dessas experiências de vida resultou a dor, a desilusão e ainda a autorrecriminação. Os poemas "Erros meus, má fortuna, amor ardente" e "O dia em que eu nasci" são exemplos disso mesmo.
A faceta autobiográfica surge também associada ao desconcerto do mundo ("Os bons vi sempre passar"), ("Tanto de meu estado me acho incerto"), ao amor e à mulher, ("Ah minha Dinamen").
Concluindo na sua lírica, Camões tem tendência para autorrepresentar-se poeticamente e a apresentar uma visão muito pessoal do mundo que o rodeia.

segunda-feira, 28 de abril de 2014



“Já não corro mais atrás de ninguém porque simplesmente entendi que não vale a pena. Seja uma amizade ou um amor, se a pessoa é digna de ti ela nunca estará nem a frente e nem atrás, ela estará sempre do teu lado. Se tu tens que correr atrás, então é porque a pessoa está a fugir de ti. Sinceramente? Não vale a pena querer quem não nos quer!

O mundo gira, tudo muda o tempo todo e tudo se renova, inclusive as pessoas de nossa vida. Apenas espere pelo melhor e saiba reconhecê-lo quando ele estiver do seu lado…”